KPMG GenEXT | Faça parte da nova geração de auditores

24 May 2017 Autor: Juliana Maffia • Categoria: Prepare-se


Desenvolvimento acelerado e muita aprendizagem são características buscadas por aqueles que entram para o mundo de Consultoria e Auditoria.

Mas para mostrar como isso funciona na prática, escolhemos uma profissional que fez carreira na KPMG e hoje é sócia diretora!

Tatiana Torres fez faculdade de contabilidade no Mackenzie e entrou na KPMG com apenas 23 anos. Hoje, 15 anos depois, é sócia diretora, atuando na área de Audit G1.

MyTrainee: Conte um pouco da sua trajetória profissional até agora.

Tatiana Torres: Completo 15 anos de KPMG agora outubro. Entrei com 23 (quase 24 anos), estudava contabilidade no Mackenzie e estava no 2º ano da faculdade.

Comecei a trabalhar muito cedo – meu primeiro registro em carteira de trabalho eu tinha 16 anos. Quando surgiu a oportunidade eu estava trabalhando na área contábil, estável (3 anos de empresa), mas sabia que a auditoria me daria muitas oportunidades de aprender, de ter uma carreira e de me desenvolver. Pedi demissão e reduzi meu salário para entrar.

MT: Conte para nós o que faz um trainee de Audit Industries? No que ele se diferencia dos outros programas da KPMG?

Tatiana: A auditoria é muito dinâmica e a contabilidade abrangente. A formação em auditoria fornece uma visão ampla de Compliance, riscos e estratégias dos clientes. O trainee, apesar de iniciar a carreira se envolvendo em assuntos menos complexos, estará em contato com a equipe e com os líderes dos projetos da auditoria que discutem a todo momento assuntos diversos e muito interessantes.

MT: Explique um pouco do porquê você ter escolhido trabalhar na KPMG? O que você destacaria na cultura da empresa como um diferencial?

Tatiana: Lembro-me que eu estava participando do processo seletivo em paralelo em outras Big Four, e coincidentemente recebi a resposta da KPMG e de outra no mesmo dia (ambos positivos). Mas eu me identifiquei com a KPMG logo de início. O contato que tive com as pessoas que trabalham aqui durante o processo foi um diferencial. Enquanto as outras empresas o processo rodava todo fora do ambiente da empresa, na KPMG eu andava pelos corredores fazendo o curso de contabilidade. Via o brilho nos olhos, a acessibilidade aos líderes e a entrevista foi bastante acolhedora. Pareceu-me um ambiente muito atraente para trabalhar. E acertei. O sócio que me entrevistou foi meu mentor por muitos anos aqui dentro.

MT: Das experiências que você teve chance de vivenciar na área de Audit Industries, qual mais se destacou e porquê?

Tatiana: Foram muitas. Eu vim de uma família muito humilde. A minha primeira viagem de avião foi a trabalho pela KPMG, e também as experiências internacionais. Aprendi inglês depois que entrei aqui, e utilizando os benefícios da KPMG. De repente me vi fazendo cursos de aperfeiçoamento nos Estados Unidos, participando de congressos na Suíça, e visitando entidades na Índia – inimaginável quando iniciei a carreira.

MT: Como é trabalhar alocado em grandes empresas? Como é seu relacionamento com o cliente?

Tatiana: É sempre muito desafiador e gratificante.

Desafiador porque sempre precisamos estar acima do que seria “a altura de um grande cliente”, ao ponto de auditá-lo e apontar melhorias, o que por si é naturalmente prepotente de nossa parte e consequentemente há resistência da parte do cliente. Porém, muito gratificante quando esse processo é superado com o reconhecimento do cliente de nossa qualidade e essa resistência se transforma em respeito e confiança.

MT: Se você pudesse definir sua experiência na KPMG em uma frase, qual seria?

Tatiana: Faria tudo de novo e aproveitaria melhor e mais profundamente algumas oportunidades e alguns contatos.

Apenas para explicar – recebi o convite e não fui a um coquetel inaugural patrocinado pelo Pelé (e ele participou). Fiquei com vergonha. Eu era encarregada e no dia seguinte o sócio e o gerente me procuraram inconformados.

MT: Deixe uma dica para aqueles que querem fazer parte da KPMG?

Não desistam. Se não passar, tente de novo e de novo e de novo. Se passar, esforcem-se, estudem, leiam, produzam, peçam ajuda e conselhos, ajudem, façam além do que foi pedido.

As inscrições para o programa GenExt Audit Industries estão abertas até o dia 30/6.