GIRLS in POWER – Empoderamento e conselhos poderosos de mulheres poderosas

08 Mar 2018 Autor: Juliana Bortoletto • Categoria: Prepare-se


O dia 8 de março é sobre empoderamento e como diz a ONU, empoderar mulheres tem um reflexo direto no  fortalecimento das economias, no impulsionamento dos negócios e na melhoria da qualidade de vida pra todo mundo. Por isso, o dia da mulher não é um dia de exaltação por sermos mulheres, mas sim porque temos que colocar a mão na consciência e reparar que todo mundo ganha com isso.

 

Nós sabemos que ainda falta muita representatividade feminina em cargos de liderança no mercado em geral e a revista Fortune, sabida que é, anualmente faz um ranking com as executivas mais poderosas do ano. Na última edição eles foram além de entender o que fazem, o que comem e onde vivem e perguntaram qual o conselho mais valioso que elas receberam ao longo da sua vida profissional. Se elas levaram em consideração esses conselhos e hoje estão onde estão, por que, nós, meros mortais não vamos, não é mesmo?

 

  • Bozoma Saint John, CBO na Uber

 

A personificação do sonho americano, Bozoma construiu sua carreira com muito suor depois de sair de Gana e apostar no seu esforço e talento. Sua personalidade nunca deixou ninguém dizer até onde ela deveria ir e é nisso que ela inspira outras mulheres:

“Quando me disseram ‘nunca use batom vermelho ou esmalte vermelho para o escritório porque é muito ousado’, não apenas por causa da superficialidade do conselho, mas porque me fez questionar o quão ousada eu poderia ser no escritório, isso me fez pensar se minha voz era muito alta e minha personalidade muito grande. Que erro teria sido se eu tivesse aceitado esse conselho e ficado quieta. Ouça os críticos. Eles podem dizer-lhe as verdades que seus fãs não vão fazer. Mas tome todos os comentários, tanto da crítica quanto dos fãs, com um grão de sal “.

 

  • Susan Wojcicki, CEO do YouTube

A executiva citou o seu colega de trabalho Eric Schmidt, atual presidente do conselho de administração do Google e ex-CEO da empresa, (famoso chairman) em sua resposta:

“Eric Schmidt uma vez me disse para não ficar tão na defensiva quando recebesse um feedback.Eu levei isso como aprendizado e percebi o quanto era importante ouvir e estar aberta a receber críticas”.  O poder de absorver críticas e tirar algo disso demonstra grande maturidade e capacidade analítica para usar o seu “ponto cego” ao seu favor.

 

  • Mary Barra, CEO da GM

A mulher mais poderosa do mundo, Mary Barra, deu dois bons conselhos para adotarmos já:

“O melhor conselho que já recebi veio dos meus pais, que me encorajaram a trabalhar duro e a perseguir meu amor pela matemática”.  Já que ela, que tá no topo da lista mundial e que é responsável por liderar a oitava maior companhia dos Estados Unidos, falou pra ir atrás do que a gente gosta, você vai ficar parado aí, sofrendo com a segunda-feira? Ela ainda deu outro tapa na nossa cara no quesito confiança e posicionamento: “Os fatos precisam estar na mesa ou esse vazio vai ser preenchido pela desinformação. Não dá para responder o que você não sabe. Eu fui criticada por dizer ‘não sei’, mas você deve responder isso quando não sabe as respostas”.  Simples assim. Não sabe? Não fala, mas se posicione como quem busca as respostas. Não espere que os outros falem por você. Hoje, a comunicação é muito rápida e é muito fácil cair na #fakenews.

 

  • Katharina Borchert, Diretora de Inovação da Mozilla

Kate também abordou confiança e falou sobre a síndrome do impostor e a capacidade que temos de não acreditar na nossa competência:

“Aprenda a distinguir entre humildade e sua síndrome de impostor. A humildade permite que você cresça, seja um líder muito melhor e crie equipes verdadeiramente inclusivas. Ouvir a síndrome do impostor segura você; faz você jogar muito seguro.

Recebi grandes oportunidades em vários pontos da minha carreira, porque as pessoas tinham mais fé em mim do que costumava ter. Então, decidi pagar isso de volta ao apostar grande em outros sempre que possível. Na maioria das vezes, as pessoas são fortemente aconselhadas contra isso. Mas, na minha experiência, investir em pessoas talentosas e, se necessário, confiar mais do que elas próprias é uma das melhores coisas que você pode fazer. “

 

Todos os dias nós somos inspirados por mulheres poderosíssimas e nem nos damos conta. Talvez elas não tenham Chief –  na frente do cargo que exercem mas quando sua mãe diz para você ir atrás do que te faz feliz, quando sua irmã te motiva a não desistir, quando sua namorada fala sobre a admiração que tem quando você fala do seu trabalho, ou quando sua melhor amiga acredita que você merece algo melhor porque você é boa demais pra estar onde está, tudo isso são pequenos de conselhos que grandes mulheres que impactam na sua vida e hoje você pode impactar a vida de mais alguém.

Tem algum conselho poderosíssimo para compartilhar com a gente?

 

Juliana Bortoletto