Desafios que alavancam sua carreira: você topa?

11 Sep 2017 Autor: Juliana Maffia • Categoria: Empresas


Você se sente preparado para encarar grandes desafios? Se a sua resposta é SIM, ótimo, pois isso é o que se espera dos Trainees da Kraft Heinz! Quer uma prova? A Raquel Buono, formada em Administração pela UFMG, foi trainee da Kraft Heinz e responsável pelo lançamento do produto Quero Lamen junto à equipe multifuncional de inovação.

Antes de se tornar trainee, a Raquel foi estagiária em grandes empresas, se propôs a conhecer o meio acadêmico e fez um intercâmbio para a Alemanha. Em 2014, ela conheceu a Kraft Heinz e se apaixonou pela cultura da empresa.

Um spoiler: hoje a Raquel é Gerente de Marketing de Local Brands!

MyTrainee: Fale um pouco sobre sua trajetória na Kraft Heinz. Você foi trainee em que ano? E como acabou envolvida no projeto Quero Lamen?

Raquel Buono: Entrei como trainee em 2015 e na época nós tivemos dois meses intensos de treinamento (tanto no corporativo quanto na fábrica) para depois sermos direcionados para uma área especifica da empresa.

Fui alocada na área de vendas para atender clientes do triângulo mineiro. Nesse período lidava com clientes de diversos tamanhos: desde padarias até o maior atacadista da América Latina.  Pensando na minha carreira, foi um grande pulo ter entrado no campo, porque é no campo que você entende a dinâmica de vendas, uma dinâmica difícil de explicar para quem não tem essa vivência prática.

Ainda durante o programa tive a oportunidade de me realocar na área de marketing, onde era responsável por tocar a área de inovação para os produtos Heinz e Quero. Fiquei um ano em inovação, fui promovida a coordenadora de marketing e passei a cuidar de todo o escopo da marca Quero: produtos, inovação e comunicação.

MyTrainee: Conte para nós um pouco dos desafios que encarou quando assumiu a marca Quero. Quais os maiores benefícios percebidos para sua carreira e para a companhia?

Raquel: Tive a oportunidade de participar desde o início do lançamento do Lamen Quero e com certeza foi uma das minhas maiores entregas na companhia. Desde o planejamento estratégico, até o alinhamento com a equipe multifuncional que desenvolveu o produto. Foi uma oportunidade de ter contato com todas as áreas, pois é uma entrega que só foi possível com trabalho em equipe de times diferentes trabalhando em conjunto.

O fato da gente ter se proposto a entregar em 8 meses, um produto de extrema qualidade, competitivo, com uma saúde financeira sustentável e um posicionamento claro, foi muito desafiador. Mas para mim, meu principal desafio foi ter engajado uma equipe tão multifuncional durante esse projeto.

MyTrainee: Na sua opinião, qual o impacto desse projeto na sua carreira?

 

Raquel: Meu principal foco era garantir as entregas do projeto, garantir o envolvimento de todos e mostrar que inovação era vital aqui dentro. Pensando internamente, esse projeto gerou exposição para a importância da inovação para a companhia.

Pensando diretamente na minha carreira, ele me impactou positivamente pois tive a oportunidade de me desenvolver e, ao mesmo tempo, me trouxe muita visibilidade. Seu resultado positivo, junto com diversas entregas na área, foram chave para minha movimentação dentro da Kraft Heinz: hoje ocupo o cargo de Gerente de Marketing de Local Brands.

MyTrainee: Como seu desenvolvimento durante o programa de trainee a capacitou para liderar esse projeto?

Essa visão me ajudou na execução do projeto Lamen já que ele não envolveu apenas a minha área. Entramos no escopo de outros times e para mim essa característica está conectada à nossa cultura e ao valor: visão de dono.

Como líder do projeto, eu precisava saber tudo o que estava acontecendo e colocava a mão na massa. Aqui ter visão de dono significa: colocar a mão na massa e entender onde a empresa mais precisa de você.

MyTrainee: O que os futuros trainees podem esperar do trabalho na Kraft Heinz?

Raquel: Os trainees vão lidar com a parte estratégia da companhia, mas também precisam se preparar para executar suas ideias. Parece discurso, mas eu garanto que não é! Entregamos desafios para as pessoas e esses desafios podem parecer gigantescos. O que a gente espera é que o trainee encare esses desafios, pense fora da caixa e questione como as coisas são feitas.

MyTrainee: Se você pudesse dar uma dica para os candidatos que querem fazer parte do time da Kraft Hein, o que seria?

Raquel: Minha dica para quem quer entrar na Kraft Heinz é:  procure conhecer a fundo a nossa cultura, estude para descobrir se você de fato se identifica com isso. Entenda esses pontos que comentei, de colocar a mão na massa, de trabalhar duro, do reconhecimento quando há entrega. Você acha que isso funciona para você? Esse conhecimento fez muita diferença para mim durante o processo.

A segunda dica é saber falar sobre si mesmo de forma única. Falar que você fez intercâmbio não é um diferencial, saber contar e exemplificar as histórias que fazem de você essa pessoa única é o que vai te diferenciar no processo seletivo. Saiba mostrar os desafios e aprendizados que teve com as suas experiências.

E aí, se identificou com tudo o que a Raquel contou sobre a Kraft Heinz? Se sim, se joga nessa inscrição e aproveite!