Como transformar crise em oportunidade?

23 Jul 2015 Autor: Jéssica Lopes • Categoria: Palestras Online


Na Palestra Online da Seja Trainee realizada na quarta-feira, dia 22 de julho, falamos sobre o cenário do mercado de trabalho e o que fazer para se destacar nesse contexto, transformando a crise em oportunidade!

Manoela Costa, da Page Talent, foi convidada da palestra e trouxe um contexto geral do que tem observado das empresas. “As vagas continuam abrindo, mas o mercado está mais exigente, estão trocando funcionários que não performam por funcionários que tenham brilho nos olhos e proatividade para buscar melhores resultados”.

Lançamos uma pesquisa em tempo real e vimos que a maioria dos participantes está pessimista com esse novo cenário. Trouxemos então, o conceito de carreira construída, como algo a ser alcançado em um prazo longo.

Então o que fazer para mostrar seu destaque como profissional?

Você como protagonista de sua carreira

O primeiro passo é escolher empresas de forma criteriosa. Os processos seletivos tornam-se mais rigorosos pensando não só em otimizar processos, mas também ao escolher profissionais que se adaptem com facilidade ao ambiente de trabalho, seu ritmo e valores.

O avaliador busca não só qualificação técnica, mas também candidatos com habilidades comportamentais desenvolvidas. Buscam pessoas que se relacionem com o ambiente de trabalho e que consigam, com suas características comportamentais, trazer um ambiente de trabalho dinâmico, com funcionários engajados, que busquem as melhores soluções e resultados.

A chave para adquirir competências comportamentais diversas é o autoconhecimento

O autoconhecimento garante a autogestão, proporciona o entendimento dos próprios recursos, pontos fortes, pontos de desenvolvimento. Dessa forma, o funcionário consegue prever em quais momentos pode usar suas forças para contribuir com o ambiente de trabalho ou em quais momentos deve buscar ajuda de outras pessoas.

O funcionário que compreende suas necessidades saberá também trabalhar com outros perfis, facilitando o trabalho em equipe, que também é uma competência comportamental supervalorizada. As empresas reestruturam suas equipes, demitem e readmitem pessoas sempre pensando nos resultados que elas podem trazer, uma equipe que se comunique de forma dinâmica e que consiga trazer as melhores ideias com a melhor qualidade, é aquela que ganha mais destaque.

Em um momento de crise, a flexibilidade também se torna imprescindível – seja para lidar com opiniões adversas dentro de uma equipe, ou para repensar práticas e se reinventar diante das necessidades.

O autoconhecimento, portanto, é uma oportunidade de olhar para dentro e potencializar seus pontos fortes, usando suas forças para se destacar no mercado de trabalho – seja ao escolher empresas que tenham a sua cara, ou a garantir boas práticas já dentro de uma organização.