Atacarejo: um segmento dinâmico em expansão

26 Jun 2017 Autor: Juliana Maffia • Categoria: Empresas


Este ano, surge um novo programa de trainee, com o objetivo de formar uma nova turma de trainees para a equipe de Operações do Atakadão Atakarejo. O Programa Atak, desenvolvido pela maior empresa do Estado da Bahia, está em busca de estudantes de diversas graduações e recebe inscrições dos interessados até o dia 9 de julho.

Por isso, convidamos o futuro gestor dessa galera para um bate papo sobre o programa de trainee, o desenvolvimento dos talentos e para contar um pouco sobre o Atakarejo.

 

 

 

MyTrainee: Conte um pouco sobre a sua trajetória e sua experiência no Atakarejo:

Ricardo Agostinho: Me formei em Veterinária na Federal de Recife, mas fui para o mundo corporativo em 1997, como trainee.  Atualmente trabalho na área de Operações, onde sou Diretor há 1 ano e 7 meses.

Trabalhei por muito anos neste segmento, posso dizer que tenho uma agenda dinâmica onde toda semana pela manhã me dedico à loja até o meio dia, e durante a semana escalono cada área específica para que eu possa atender suas demandas.

Meu trabalho é definido pela reprodução da Cultura do Atakarejo através do atingimento das metas, atendimento ao cliente, foco no time, formação de pessoas, resiliência, atitude de dono, superação dos desafios e adrenalina do nosso negócio.

 

MyTrainee: Conte para nós, quais são as diferenças entre o atacarejo, o atacado e o varejo?

No atacarejo unimos os benefícios de ambos os mercados, oferecendo produtos encontrados no varejo e no atacado. Realizamos atendimento direto ao cliente, na linha de perecíveis como: padaria, açougue e rotisseria.

Neste mercado, conseguimos desfragmentar mais a linha de perecíveis quando comparada ao atacado, conseguimos aumentar a nossa variedade de produtos, além de oferecer serviços que são encontrados no varejo: como sacolas e empacotadores, por exemplo.

 

MyTrainee: O que é o conceito olhos de águia, pescoço de girafa, braços de polvo e pés de bailarina?

Ricardo Agostinho: Para nossa operação ter olhos de águia significa ter assertividade, visão analítica e conseguir enxergar o que é prioridade.

O pescoço de girafa envolve muito o trabalho em equipe. No Atakarejo é preciso ver o todo, sempre de olho para todos os colaboradores.

Os braços de polvo envolvem a produtividade de todos os funcionários. Quer dizer que precisamos ser ágeis e sempre trabalhar com dinamismo em nossa posição.

Por fim, ter pés de bailarina, representa ter sincronia entre as posições. Trabalhar com grande organização, sempre equilibrando os pratinhos para atender melhor os clientes.

 

MyTrainee: Por que um jovem talento optaria por começar a carreira neste mercado? E no Atakarejo?

Ricardo Agostinho: O que me atraiu, e ainda me atrai, ao atacarejo é a possibilidade de crescimento profissional, já que é um mercado muito dinâmico. Outro ponto foi a possibilidade de crescer em múltiplas áreas de adaptação e crescimento profissional.

Quando se entra numa empresa o mais importante é ter uma visão do crescimento profissional que você vai desenvolver na empresa.

No Atakarejo, o jovem recebe muitos treinamentos e isso estimula você a buscar algo a mais, de ir além, de ter a percepção e conhecimento de onde você pode chegar e onde pode se desenvolver. Uma outra questão é poder escolher uma empresa que tem missão e valores bem definidos. Um jovem já ter esta noção antes mesmo de entrar na empresa é um diferencial.

 

Mercado Livre: O que o Programa Atak do Atakarejo trará de diferencial para estes jovens?

Ricardo Agostinho: São múltiplas opções de áreas para adaptação e crescimento profissional. O que vejo de diferencial são as várias áreas dentro de operações que dão oportunidade ao jovem de conhece-las e após isso, buscar a área que ele mais se identifica para crescer nela.

Aqui é possível buscar vários conhecimentos para que você possa direcionar a sua vida profissional para onde você quer chegar.

 

MyTrainee: Como é a rotina de trabalho na área de operações?

Ricardo Agostinho: A rotina de operações é muito dinâmica e acaba envolvendo todas as áreas da organização.

Trabalhando nesta área, o trainee vai lidar com todos os setores. Poderá trabalhar em qualquer departamento: na operação, como frente de loja, perecíveis, mercearia, higiene e limpeza, etc.

 

MyTrainee: Por fim, dê uma dica aos jovens que querem fazer parte desta empresa.

Ricardo Agostinho: Entre em qualquer empresa com objetivo, um alvo, com sonhos. Lembro que quando fui trainee, a melhor pergunta que recebi foi: qual é o seu objetivo?

Você precisa ter planos para realizar, tanto na vida pessoal, quanto profissional e vontade de crescer.  Para que a sua chama, mesmo no decorrer desse processo, não se apague apesar dos desafios que vai encontrar no caminho.

Participe do Programa Atak e faça parte do time de trainees do Atakarejo.